Entendendo a Teoria de Motivadores

    • Muitas pessoas experimentam, com freqüência, entre eles mesmos e seus familiares, amigos, clientes e organizações, aquilo que entendemos como “diferenças de opinião”, “dilemas éticos” ou “conflito de motivadores”.

    • Ao ser capaz de reconhecer e entender os seis grupos de motivadores ou “filtros”, os quais todos os indivíduos usam para processar informações ou tomar decisões, você pode se comunicar melhor e ter mais sucesso em sua vida pessoal e profissional.

    • Pesquisadores dizem que são desenvolvidos através de estágios e estão relacionados a estímulos, como conflito, estresse e até dor. Podem também se desenvolver por meio de experiências prazerosas, satisfação e alegria.

    • A maioria dos pesquisadores acreditam que o desenvolvimento das atitudes, crenças e/ou motivadores ocorre da infância à maioridade.

    • Motivadores e atitudes são uma forma de valorizar a vida, um paradigma de pensamento, um guia de opções, um determinante de propósito e direção, relativamente constantes.

O que a TEORIA DE MOTIVADORES mede?

NÃO MEDE
Comportamento e emoções observáveis - Personalidade - Inteligências múltiplas - Desejo - História de vida - Conhecimento - Padrões de pensamento e julgamento - Formação acadêmica - Educação - Habilidades específicas - Experiência profissional - Caráter - Treinamento - Saúde.
MEDE
Valores, atitudes e motivações pessoais